Notícias

26/04/2017

Sincomercio explica direito dos empresários em caso de falta de funcionários no dia 28


O Sincomercio Jundiaí (Sindicato do Comércio Varejista de Jundiaí e Região) esclarece os direitos dos empresários do setor do comércio varejista, em caso de falta não justificada dos seus trabalhadores na próxima sexta-feira, 28. Tal indicação vale a todos os empresários do setor do comércio varejista das cidades que abrangem o Sincomercio (Jundiaí, Várzea Paulista, Campo Limpo Paulista, Jarinu, Louveira e Itupeva). Apresentamos abaixo, as medidas que devem ser tomadas pelo empresário em caso de falta do trabalho no referido dia.


Segundo a assessoria jurídica, caso o trabalhador opte por aderir à greve, o empresário está respaldado em descontar o dia não trabalhado, conforme aponta o art. 7º da Lei 7.783/89.


Porém, caso os serviços essenciais sejam paralisados em sua totalidade, como o transporte público, por exemplo, impedindo a realização do trajeto do trabalhador à empresa, o empregador não pode onerar o trabalhador, por não ser a adesão à greve o motivo de sua falta.


Comunicação Sincomercio Jundiaí

Assine nossa Newsletter

Enviando formulário…

O servidor encontrou um erro.

Formulário recebido.

Veja mais

Rua Prudente de Moraes, 584 - Centro - Jundiaí, SP

Fone: (11) 4583-1410

2015 SINCOMERCIO JUNDIAÍ -  Desenvolvimento e  Design: