Notícias

19/01/2018

Confira os principais destaques de notícias desta semana

O Sincomercio Jundiaí e Região separou algumas informações importantes desta semana para o empresariado. Fique atento!



Palestra gratuita esclarece sobre eSocial e Repis

O Sincomercio Jundiaí e Região, em parceria com a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), dá início a sua série de palestras e eventos gratuitos que serão promovidos ao longo do ano para beneficiar os contribuintes e difundir conhecimentos que contribuam para o desenvolvimento do segmento varejista. No próximo dia 1º de fevereiro, a partir das 9h, haverá a palestra “Esclarecimentos sobre eSocial e Repis”, no auditório do Sincomercio, com capacidade para 200 pessoas. A palestrante será a advogada Sarina Sasaki Manata, assessora jurídica da FecomercioSP, especialista em Direito Tributário e Previdenciário. Para participar da palestra, basta ligar para os telefones (11) 4583-1412 e 4583-1425 (do Sincomercio), ou 4583-2298 (da CDL) e 4583-2261, e reservar seu lugar.

 

Varejo na região de Jundiaí deve perder cerca de R$ 255,1 milhões em 2018

O comércio varejista na região de Jundiaí deve perder cerca de R$ 255,1 milhões em 2018 por conta dos feriados nacionais e pontes, segundo estimativas do Sincomercio Jundiaí e Região e da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP). Esse montante é aproximadamente 18% superior ao dado projetado em 2017. É importante salientar que o número de feriados e pontes em 2018 será o mesmo de 2017, ou seja, 15 datas. Portanto, esse aumento é motivado exclusivamente pela melhora da estimativa de crescimento nas vendas do comércio para este ano.

 

Como empreender no setor de alimentos e bebidas?

Na próxima terça-feira (23), o Sebrae-SP irá transmitir ao vivo, das 17h30 às 21h30, o evento gratuito “Viver e empreender no setor de Alimentos e Bebidas é possível? Conheça histórias de Sucesso e Inovação”. A palestra é aberta a todos os interessados e será transmitida para o público na sede da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), à rua Senador Fonseca, 651, Centro. O apoio é do Sincomercio Jundiaí e Região. As inscrições podem ser feitas pelos telefones (11) 4523-4470 (do Sebrae) ou 4583-2261 e 4583-2298 (da CDL).

 

Faturamento do varejo na região de Jundiaí cresce 3,2% em outubro

Em outubro de 2017, as vendas do comércio varejista na região de Jundiaí atingiram R$ 3,1 bilhões, alta de 3,2% em relação ao mesmo mês de 2016. No acumulado de janeiro a outubro, houve aumento de 5,1%, e, na somatória dos últimos 12 meses, o crescimento foi de 5%. Os dados são da Pesquisa Conjuntural do Comércio Varejista no Estado de São Paulo (PCCV), realizada mensalmente pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) com base em informações da Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo (Sefaz-SP).

 

Pedidos de falência caem 18,2% em 2017

 

Os pedidos de falência caíram 18,2% no acumulado de 2017 em relação a 2016, segundo dados com abrangência nacional da Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito). Mantida a base de comparação, as falências decretadas subiram 2,9%, enquanto para os pedidos de recuperação judicial e recuperações judiciais deferidas foram observadas quedas de 23,7% e 18,9%, respectivamente. Seguindo a tendência esperada pela Boa Vista SCPC, os indicadores seguiram recuando, quando observados pelos valores acumulados em 12 meses. Leia mais: http://www.ogirassol.com.br/economia/pedidos-de-falencia-caem-18-2-em-2017-diz-boa-vista-scpc

 

Varejo paulista abre mais de 15 mil postos de trabalho em novembro

Em novembro passado, o comércio varejista no Estado de São Paulo criou 15.206 postos de trabalho, o melhor desempenho em 2017, resultado de 81.615 admissões e 66.409 desligamentos. Foi o quinto mês consecutivo de geração de empregos formais. Com isso, o varejo paulista encerrou o mês com um estoque ativo de 2.088.284 trabalhadores formais, crescimento de 0,01% em relação a novembro de 2016. Embora tímida, essa é a segunda taxa positiva seguida desde abril de 2015. No acumulado do ano, o saldo passou a ser positivo em 5.401 novos empregos, influenciado pelo setor de supermercados, com 7.545 vagas a mais. Entre dezembro de 2016 e novembro de 2017, 268 vagas foram abertas.

 

Confiança do consumidor marca 40,9 pontos em dezembro

Com a economia dando sinais mais claros de retomada, a confiança do consumidor encerrou o ano de 2017 de maneira estável. Os dados apurados pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) mostram que o ICC (Indicador de Confiança do Consumidor) concluiu o último mês de dezembro com 40,9 pontos, mantendo-se praticamente estável na comparação com o início do ano passado, quando o índice se encontrava em 41,9 pontos. A escala do indicador varia de zero a 100, sendo que abaixo de 50,0 pontos significa um predomínio da percepção negativa tanto com relação à economia como das finanças pessoais.

 

Endividamento atinge 56,3% das famílias paulistanas

A pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (PEIC), realizada mensalmente pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), mostrou que, em dezembro, 56,3% das famílias paulistanas declararam ter algum tipo de dívida. Houve ligeira queda, de 0,4 ponto percentual em relação a novembro, quando 56,7% estavam nessa situação. Em comparação a dezembro de 2016 (51,9%), a alta foi de 4,4 pontos percentuais, o que representa, em termos absolutos, um adicional de quase 200 mil famílias comprometidas com dívidas. Atualmente, são 2,19 milhões de famílias endividadas em São Paulo. 


Assine nossa Newsletter

Enviando formulário…

O servidor encontrou um erro.

Formulário recebido.

Veja mais

Rua Prudente de Moraes, 584 - Centro - Jundiaí, SP

Fone: (11) 4583-1410

2015 SINCOMERCIO JUNDIAÍ -  Desenvolvimento e  Design: